22.4.09

No. 51 - Gosto de escuro

A luz acabou. Esperou o filme francês terminar.
A rua escura, dois tubos de luz, e só quem passa vê a sua frente.

Araucárias vermelhas me lembram... lembram amor... amor? ? ?
Amor sem nome.
Vontade de se apaixonar até por quem já disse não.
Vontade de contar pro mundo a história do filme francês.
Vontade de escrever aqui, no lençol de mudança, vermelho da cor do céu úmido.
Do tom que entra no quarto que não é/era meu mas me recebe.

O caderno que me escuta se ilumina pela foto na tela, fonte de luz para a caneta.
E nesse instante a luz dela também se apagou.
Sistema programado para poupar energia. Energia. Energia.

re-Ligo, posiciono.
A foto me mostra pessoas de duas semanas, em afeto, em quantidade e qualidade.
Em chão de ginásio, em círculo, amarelo.


"Um lugar na platéia, nem longe, nem perto" Jéssica quer em Paris.
E eu? E Teresa?
A foto agora mostra minha paisagem, minha visão do aqui-agora.

Ali na porta perguntam: "Gi, tá dormindo?
e eu: "Não... pode entrar."
mas ninguém entra.
Deve ter pensado: "No escuro, sem energia elétrica, esse silêncio no quarto, deve estar dormindo..."
Acho que queriam me convidar para jantar.
Como explicar que estou escrevendo no escuro, e as fotos da memória instantânea me dão luz?
Sorrio.
Vontade de ser.
Sou.
Sou sem saber, vivo a ser...

O filme não era Amelie, mas nesse dia de chuva que cai devagar, na luz do céu vermelho de nuvens inteiras, sinto vontade.
Vontade de me apaixonar em um leilão de artes, de atravessar uma nova rua, de conhecer assim, por estar aqui, por não estar mais lá.
Não sou francesa, não estou em Paris.
Sou eu, estou aqui.

22 de abril de 2009. escrito entre 21:57 e 20:12 (no caderno no escuro, esqueci que podia usar o laptop na bateria... ah, não teria essa "poesia".)

fotos:
21:54 visão da minha janela, sem flash, auto.
20:12 visão da local da escrita, com flash, afinal...
12:53 (duas semanas atrás) COREPSUL Velho Oeste.
21:57 visão da minha janela, sem flash, ISO high sensitivity.

21.4.09

No. 50 - Gosto de meio

(AVISO: LEIA OS BLOGS LISTADOS ALI DO LADO, VALE MAIS A PENA!)

Sabe aquela vontade de escrever no blog, por escrever?
Por ler no dos amigos, por ter muito o que falar e nada que deveria ser publicado, mas... a vontade não passa? e ia escrever o q gosto ou não gosto? nem por aí sabi como iniciar!
Daí venho aqui e começo pelo título e percebo: o Número 50!
Aí escrevi: "gosto de meio século", daí reli e pensei: "putz, nada a ver, além de não ser cinquenta de idade (sem trema e sem tremer), tb não to afim de ninguém com tantos aninhos.. eheh

Então apaguei e vi: Gosto de meio.. isso, sabe? reli e pensei: é verdade!
- Gosto do meio do bolo...
- Gosto do meio da aula, quando já entendo e tenho idéias sobre - ou qd já deu pra cochilar se tá muito chato...
- Gosto do meio do sanduíche, de morder os cantos até ficar aquela parte que fica beem cheia!
- Gosto do meio da cama.
- Gosto do meio do banho, que já to quente.
- Gosto do meio do dia, e do meio da noite. Se bem que gosto do finzinho, e do nascer.. mas acho q no meio to mais acordada (em ambos turnos)

Mas tava pensando do meio das relações... do meio da conquista, do meio de chegar, do meio de conhecer, do meio de se afastar...
Sei não, não era disso que eu ia falar...

acho melhor apagar o post e começar outro.
Mas parar no meio?
De repente essa seja a melhor parte, melhor parar aqui mesmo.
------


Novo texto com o número 50: IDÉIAS DE TÍTULOS:

Como será minha vida aos 50 anos? (nossa, péssimo tema, vou tentar outro:)
Gosto de comprar nas liquidações de 50%. (vixi, consumista, vou mudar:)
Gosto das fotos dos anos 50. (hum, vou ter q achar foto, e não vou saber o q escrever...)
Não gosto de 51. (ain.. ta piorando!)

melhor parar.. publicar só para liberar a vontade de publicar...
depois vou ler e se tocar q não é só por vontade e ansiedade que devemos fazer as coias...
elas parecem depois q saíram só pela metade...

p.s. a foto fiquei MEIO em dúvida do que colocar.. quando vi essa nas minhas pastas... na perimetral de PF... ele ficou no meio... (foto de um fusca escrito recém-casados... o pai chegou a dar a volta pra eu poder tirar a foto qd falei q tinha visto essa cena eheheh)

18.4.09

No. 49 - Gosto da moda livre


eram:

os três cabelos rosas de cadarços soltos e bermuda canelar + duas cinturas baixas em contato de braços enlaçados

em frente passam ela e ele de preto, com a cruz prata a estalar

e volta a meia lã preta shorts jeans e botas altas

e do lado da blusa roxa mais simples, que também aguarda o mesmo cinza atrasado, me sinto ali.

23:34, portas fechando... próxima parada: casa~

9.4.09

No. 48 - Gosto de afeto

Afinal, o que é o afeto?




...



...



...

não esperavam que eu fosse responder em palavras né?